Revista Troféu Pesca – Edição nº 219 – Maio/1998

Edição nº 219, de Maio de 1998, da extinta Troféu Pesca, mostrando a pesca no Trecho do Rio Grande denominado Volta Grande, à montante da Represa de Porto Colômbia.

Para me seguir nas redes sociais e ficar por dentro de novas publicações, basta clicar nos links abaixo:
Facebook
Instagram
Twiter

© Todos os direitos reservados sobre texto e fotos! Proibida a reprodução, porém permitido compartilhamento (vide botões abaixo) da matéria/texto em sua íntegra, sem edição através unicamente das ferramentas do Blog!

Se gostou, por favor, prestigie a página curtindo e compartilhando, clicando nos botões de compartilhamento logo mais abaixo:

4 comentários em “Revista Troféu Pesca – Edição nº 219 – Maio/1998

  1. Relembrar esses belos registros me faz questionar: – como estaria hoje por se tratar das mesmas águas que nesse tempo decorrido já muito se perdeu com secas e destruição na flora. Grande Bome , creio que não mais retornou nesta exata localidade, a represada águas do rio grande conforme o ponto escolhido ainda possa proporcionar belos exemplares. Obrigado! muito bom termos essas memórias registradas.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Grande Roque, na verdade eu estive lá por mais três vezes, mas te confesso que a cada vez o desencanto foi maior. Ultimamente tenho notícias de que parece ter havido alguma recuperação, mas nada se compara ao que já foi, sobretudo nos trechos que ainda sobram de água corrente, com certeza. Valeu! Forte abraço!

      Curtir

  2. Bom dia, Sr Domingos!

    Infelizmente, o Rio Grande se tornou uma sucessão de represas. Em quase nada lembra o Grande rio que já foi.
    Em nome do progresso nós vamos modificando o ambiente a nossa maneira mas, com isso, não nos damos conta que estamos serrando o galho onde estamos sentados, estamos abrindo furos no casco do nosso próprio barco……

    Forte abraço!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Realmente, do imponente rio sobraram apenas pequenos trechos, onde ainda ocorre, apesar de insuficiente, alguma piracema. É uma pena, porque era um dos rios mais piscosos que existiam. Forte abraço Grande Luciano.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: