Perdilândia, Terra dos Valentes Azulões de São Simão

Bome, com fotos da Família Bomediano

Uma boa opção de pesca de tucunarés azuis é o lago da Usina Hidrelétrica de São Simão, cujo barramento foi inaugurado em 1978, na divisa de Minas Gerais com Goiás, tendo do lado mineiro, o município de Santa Vitória, enquanto que do lado goiano, o município de São Simão.

O principal rio represado é o Paranaíba, que depois de liberado se encontra com o Rio Grande bem mais abaixo no mapa, formando o glorioso Rio Paraná.

Em razão da característica topográfica muito plana da região, o lago acaba resultando muito propício à reprodução das espécies. Lá existem duas espécies de tucunarés, sendo o tucunaré-amarelo (Cichla kelberi) e o tucunaré-azul (Cichla piquiti). O primeiro é um pouco menos presente, mas existem peixes de bom porte para a espécie. Já, o azul se desenvolve muito mais. Por isso lá é um dos mais indicados locais para capturar azuis de tamanho bem acima da média.

A região é muito bonita, rendendo sempre prazerosas paisagens.

O vento campeia e tem hora que a represa fica bem mexida, mas o pessoal de lá é bem cuidadoso e sabe o que fazer, levando segurança e confiança para os pescadores.
A estrada a partir de Santa Vitória, rumo a Perdilândia

Um detalhe que chama muito a atenção é que a fauna se faz bastante presente, abrilhantando a jornada de pesca.

Jaburús ou tuiuiús (Jabiru mycteria)
Coruja-buraqueira (Athene cunicularia)
Mutum-de-penacho (Crax fasciolata)
Arara-canindé (Ara ararauna)
Sagui-de-tufos-pretos (Callithrix penicillata)
Curicaca (Theristicus caudatus)
Cabeça-seca (Mycteria americana)
Ema (Rhea americana)
Tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla)
Tucanuçu (Ramphastos toco)

Quando vamos para lá, sempre ficamos na Pousada do Curimba“, que é um empreendimento familiar onde se conseguem reunir simplicidade e eficiência, resultando sempre muito bom para os pescadores, já que tem guias muito experientes na pesca por lá, sempre muito prestativos e empenhados para uma boa jornada. Os guias são os próprios donos da pousada, bem como Irmãos e Tios destes. Então, quando aqui se escreve que se trata de um empreendimento familiar, se faz justiça ao termo.

A pousada fica em Perdilândia, pequeno Distrito do município de Santa Vitória, com cerca de 200 habitantes. Local maravilhoso, sossegado, onde é possível se avistarem aves como mutuns e saracuras, andando nos terrenos, nas calçadas e no asfalto das ruas, algo bastante incomum e encantador.

A rua principal do Distrito de Perdilândia

Já fizemos várias jornadas em Família por lá com meu Filho Marcos, meu Genro Fábio, meu Irmão Mário, meu Sobrinho Mário Júnior e nosso amigo Vaine. Tem tudo de bom por lá, desde peixes no enrosco e linhas rompidas, a grandes corridas com peixes que resultam finalmente embarcados, trazendo grande alegria para o pescador!

Mário Júnior
Marcos
Mário
Os dois Irmãos
Pai e Filho
Nesta foto, nosso anfitrião “Curimba”, grande pescador, melhor pessoa!
De vez em quando vem uma surpresa…
Pai e Filho
Na hora do almoço sempre rola um descanso na rede

Além da pesca, sobressai a cordialidade da gente maravilhosa que vive por lá, sobretudo o pessoal especial da Pousada do “Curimba”, a quem deixamos registrados nossos agradecimentos pela sempre prazerosa acolhida.

Para contatar a Pousada: (34) 9990-9617 com Alexandre, filho do Curimba.

Logo estaremos por lá novamente, trazendo novas fotos e novo relato para o blog!

Para me seguir nas redes sociais e ficar por dentro de novas publicações, basta clicar nos links abaixo:
Facebook
Instagram
Twiter

© Todos os direitos reservados sobre texto e fotos! Proibida a reprodução, porém permitido compartilhamento (vide botões abaixo) da matéria/texto em sua íntegra, sem edição através unicamente das ferramentas do Blog!

Se gostou, por favor, compartilhe clicando nos botões de compartilhamento logo mais abaixo:

10 comentários em “Perdilândia, Terra dos Valentes Azulões de São Simão

  1. Grande Sr Domingos!
    Esse lago em terreno muito plano me lembrou o lago da Represa de Jurumirim, que também é muito extenso e com margens a se perder de vista! Fui pescar algumas vezes por lá quando criança, só na boinha pegando Lambaris….muito bom!
    Forte abraço!!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Grande Bomediano sempre fizeste comentários que estando em família a diversão sempre é muito mais prazerosa, se na pousada a cordialidade é peculiar a gente que vive lá, também vamos ressaltar os predicativos daqueles que chegam, se me permitir, gostaria de salvar essas fotos da fauna e flora, não sou pescador, mas amante da natureza e reúno tudo que posso, seja fotografando ou compartilhada pelos amigos. muitas ficam no Imgur e todas nos meus arquivos. pela descrição geográfica não seria a mesma represa de Areado? …muito show Bome, Deus os abençoem as suas vidas para termos muitos relatos feito a partir do ano que vem.

    Curtido por 1 pessoa

    1. A represa em questão está muito longe da de Furnas, que é a de Areado. A de Furnas está no sul de Minas Gerais, enquanto que a de São Simão está no oeste daquele estado, na divisa com Goiás. No entanto as águas de ambas se juntam mais abaixo no mapa para formar o Rio Paraná. Quanto às fotos, sem problemas, já que não serão alvo de uso comercial. Forte abraço!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: